Todo mundo é seu amigo até você mudar de ideia

Publicado em Março 19, 2019 às 3:05 pm.

Cinderella é uma banda americana de heavy Metal que surgiu na década de 80 e uma de suas músicas, The More Things Change (Quanto mais as coisas mudam), tem o seguinte refrão:

Quanto mais as coisas mudam, mais elas ficam iguais

Todo mundo é seu amigo até você mudar de ideia

Quanto mais as coisas mudam, mais elas ficam iguais

Só precisamos de um milagre para nos livrar do sofrimento.

 

Transpondo o refrão para o mundo corporativo, familiar e acadêmico, valem algumas reflexões:

  • O sentimento de pertencimento a um grupo, até mesmo por questões de sobrevivência, é inerente ao ser humano. Foi assim com o Homo sapiens neanderthalensis e com Homo sapiens sapiens. No entanto, um estudo publicado pela revista Science em 2013, realizado pelos pesquisadores Douglas Fry e Patrik Söderberg , onde analisou-se 148 casos de agressão letal em exemplares desses primeiros humanos, detectou que 85% das mortes nestas sociedades foram causadas por disputas dentro dos próprios grupos. Apenas 15% poderiam ser creditadas a disputas externas ou a guerras com outras comunidades.
  • Estamos no século XXI e chegamos a patamares de invenções e tecnologia impensáveis a séculos atrás, porém ainda com dificuldades imensas de relacionamento. Há ainda, em muitos grupos, a intolerância ou a opção pela não convivência com pessoas cujas ideologias, estilo de vida e escolhas são diferenciadas.
  • Ao contrário do refrão da música, não precisamos de um milagre para nos livrar do sofrimento. Necessitamos de educadores (pais, professores, líderes, entre outros), que incentivem autenticamente e desenvolvam a pluralidade e a empatia como, quem sabe, uma das poucas alternativas para relações mais inteligentes, amplas e pacíficas.

     Acesse vídeo com a música da banda Cinderella: https://www.youtube.com/watch?v=ksGE4cqRzPM.

    Pesquisa na integra: http://science.sciencemag.org/content/341/6143/270

Irene Duran Otero sócia da Exodus Treinamentos

 

Conheça nossas oficinas com abordagens relacionadas a este tema.  Consulte-nos